sexta-feira, 25 de novembro de 2011

tempo, tempo, tempo, tempo.

Eu estive triste por um por tempo, mas eu descobri que com o tempo tudo passa. E aquela dor incurável do meu coração partido ficou para trás, as vezes eu nem lembro mais. 
Hoje eu ainda estou confusa, mas agora é diferente, sinto que não preciso provar nada para ninguém e nem me preocupo mais em  tentar achar um porquê para tudo, isso é tão bom.
Embora a conclusão de que eu não o amo mais tenha sido bastante demorada. Eu finalmente percebi que ele nunca foi meu. 
Depois desse tempo de confusão em que eu estava a procura de saber o que eu sentia, o melhor, o que eu não sentia, foi que eu me dei um tempo, então me libertei.
Mas quer saber? Valeu a pena!

Luana de Sousa


Aquele momento

Tenho andado por aí
Percebendo coisas
que antes eu não via
Olhando para tudo 
com atenção
A cada esquina
tentando te achar
Observando o rosto
de quem passa sem 
me notar


Esperando aquele momento
em que o mundo pára
olhares se encontram


E então...
eu já não sei mais
Pode continuar sendo
só um momento
Mas para quem é como eu,
talvez se torne 
o começo de uma história

Luana de Sousa