segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

puff'

Hodiernamente, o vazio que consome o coração dos homens não é percebido pela maioria deles, a apreenção ao ciclo vicioso da rotina os leva ao comodismo.
Isso deixa o coração cego e permite que as pessoas vivam cheias de preconceito contra tudo e todos, não deixando que elas possam ver o que é essencial, que só é visto pelos os olhos do coração.
Quando alguém passa a ver com os olhos do coração, descobre que as coisas mais incríveis e extraordinárias são as coisas mais simples.
As vezes só descobrimos que algo ou alguém é especial quando perdemos, então passamos a viver de lembraças, e mais uma vez perdemos mais coisas e mais pessoas, pois não sabemos valorizar o hoje, e mais tarde sofreremos pelo que estamos deixando escapar agora.
Luana de Sousa

Nenhum comentário:

Postar um comentário